Protocolos

11 de dezembro de 2020

Protocolo – Controle de Oídio (Sphaerotheca Macularis) em Morangueiro

 A doença pode ocorrer em folhas, flores e também em frutos, podendo causar sérios prejuízos na produção quando não controlada adequadamente. Infecções severas em folhas causam danos foliares, redução na taxa de fotossíntese, necrose e até mesmo desfolha. Nas folhas, os sintomas são manchas brancas, formadas por micélios e esporos, de aspecto pulverulento, na face inferior das folhas. As manchas aumentam e coalescem até cobrirem toda a superfície inferior da folha. As bordas da folha enrolam-se para cima, expondo o crescimento micelial branco e pulverulento do fungo. Manchas de cor púrpura a avermelhada também podem ocorrer na superfície inferior das folhas.
27 de novembro de 2020

Protocolo – Calda Bordalesa : Preparo e Indicações para Controle de Fitopatógenos.

Clique aqui para baixar o conteúdo COMPLETO! PROTOCOLO – CALDA BORDALESA : PREPARO E INDICAÇÕES PARA CONTROLE DE FITOPATÓGENOS CALDA BORDALESA Calda bordalesa foi o primeiro […]
22 de outubro de 2020

Protocolo – Utilização da Água Oxigenada (Peróxido de Hidrogênio) na agricultura

Clique aqui para baixar o conteúdo COMPLETO! PROTOCOLO –  ÁGUA OXIGENADA (PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO) Peróxido de Hidrogênio  é um composto inorgânico cuja molécula é formada por […]
24 de março de 2020

Protocolo – Utilização do ácido Peracético na agricultura

Clique aqui para fazer o download do conteúdo completo. PROTOCOLO – ÁCIDO PERACÉTICO Ácido peracético é um desinfetante potente, que pode ser utilizado para controle microbiano […]
27 de fevereiro de 2020

Protocolo Coleta Amostra de Folhas do Morangueiro Para Fins de Análises Foliar

Clique aqui para fazer o download do conteúdo completo. DIAGNOSE FOLIAR Considerado um parâmetro importante para avaliação do estado nutricional de plantas de morango, a análise […]
17 de fevereiro de 2020

Protocolo – Controle do Ácaro Rajado (Tetranychus urticae) Em Morangueiro

O ácaro rajado possui cinco estágios de desenvolvimento, com duração que varia conforme a fase e a temperatura ambiente : Ovo (3,5 dias), Larva (1,0 dia), Protoninfa (2,6 dias), Deutoninfa (2,5 dias) e Adulto ( Fêmea – 19,2 dias e Macho – 10,6 dias). De Ovo até a forma adulta são cerca de 9,6 dias. O ciclo de vida varia de 10 a 12 dias (25° C), sendo que temperaturas elevadas (30° C) e baixa umidade relativa (< 60 %) reduzem o tempo de desenvolvimento da praga. Nessas condições, o ciclo biológico (de ovo a adulto) pode ser completado em 7 dias.
17 de fevereiro de 2020

Protocolo – Controle de Antracnose no Cultivo do Morangueiro

É uma das principais doenças do morangueiro no Brasil. O fungo ataca o caule (rizoma), estolões, folhas, flores e frutos da planta. Nas plantas infectadas é verificado apodrecimento seguido de coloração marrom no rizoma, o que atribuiu à doença o nome de “doença de chocolate”, sendo este sintoma provocado principalmente pela espécie C. fragariae. As espécies C. gloeosporioides e C. acutatum estão mais comumente associadas aos sintomas em flores e frutos.
LOJA ONLINE